http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

El Enemigo: A Conquista de Mendoza

Por Guto Martinez

 

Fundada em 2007, a vinícola El Enemigo é um projeto pessoal de Alejandro Vigil, enólogo chefe de Catena Zapata, e de Adrianna Catena, filha mais nova de Nicolás Catena, que resolveu explorar alguns vinhedos de condições extremas em Mendoza, atingindo resultados igualmente impressionantes.

 

 

Estes vinhedos, já pertencentes à família Catena, eram considerados muito pouco favoráveis à produção comercial devido à altitude, que em alguns casos chega a quase 1.500 metros, bem como ao excesso de calcário no solo. Mesmo assim, eles foram selecionados por Alejandro Vigil para que parcelas específicas dessem origem a vinhos com personalidades distintas. A Malbec aqui aparece como coadjuvante de outra variedade, a Cabernet Franc, além de contar com a companhia da Syrah, Bonarda, Merlot, Viognier e Chardonnay.

 

 

A vinificação destes vinhedos utiliza diversos elementos, que vão de barricas novas e "foudres" de 3 mil litros aos modernos ovos de concreto poroso, sempre de acordo com o que for melhor para manter ao máximo as características dos vinhos, mas dando a eles os contorno mais adequados para compor o produto final.

 

 

O resultado foram alguns dos vinhos mais impressionantes já feitos na região, cheios de uma personalidade selvagem e que chegaram a atrair a atenção de grandes nomes do mundo do vinho. Robert Parker, por exemplo, classificou o Gran Enemigo 2011 como "outstanding", conferindo a ele 98 pontos.

 

 

A Tendo à sua disposição uma ampla gama dos melhores vinhedos da região de Mendoza — pertencentes à família Catena — Alejandro Vigil selecionou parcelas específicas das uvas que pudessem dar origem a vinhos com uma personalidade distinta dos talhados por ele em Catena Zapata. São vinhos tintos com bastante nervo, taninos abundantes e um caráter deliciosamente selvagem.

 

 

A linha “El Enemigo” da vinícola é formada pelos maravilhosos vinhos Malbec, Cabernet Franc, Bonarda, Syrah/Viognier e Chadonnay. Logo o primeiro vinho lançado, El Enemigo Malbec, já foi apontado como “outstanding” por Robert Parker.

 

 

O trabalho de Vigil na El Enemigo transcende os bons resultados, pois ele demonstra como variedades ainda pouco exploradas pelas vinícolas argentinas podem se comportar nas mãos de um grande especialista. Diversos de seus vinhos acabam por se destacar tanto como varietais quanto em cortes, saindo do óbvio mendozino e apresentando qualidade mesmo nas versões "de entrada" da vinícola.

 

 

Os vinhos da El Enemigo já são bem conhecidos no mercado brasileiro, mas têm tudo para adquirir destaque internacional no mercado consumidor, já que a crítica especializada internacional já deu seu aval a este rótulo. Com "enemigos" como estes, realmente não precisamos de outros amigos!

 

 

Notas de Degustação

 

El Enemigo Chardonnay 2015

Considerado um dos melhores Chardonnay do mundo fora da Borgonha, é um vinho que apresenta sutileza e equilíbrio entre o frescor e os aromas da madeira. Os aromas são gentis, com flores brancas e feutas cítricas, ligeiro herbáceo, manteiga e baunilha. A boca é mais vibrante, com boa acidez, toque mineral, persistente e saboroso até o final.

Preço: US$ 38.90

 

El Enemigo Malbec 2014

Com 7% de Cabernet Franc e 3% de Petit Verdot para ressaltar os aromas da Malbec, que acaba por se aproximar do que se produz na região original (Cahors), mais mineral e fresco, com menor teor de açúcar. Nariz com frutas negras e cacau, e boca bem aveludada, sem excessos. Uma surpresa no panorama dos Malbec argentinos.

Preço: US$ 44.90

 

El Enemigo Cabernet Franc 2014

A casta ícone da El Enemigo se apresenta de forma muito elegante neste vinho. As frutas vêm em camadas a serem descobertas, surgindo primeiro a framboesa, depois cerejas negras, acompanhadas de florais muito elegantes, especiarias, um mentol ao fundo, tudo muito bem equilibrado. A boca traz calor e intensidade, com taninos marcantes, mas macios. Longa persistência, com um final balsâmico, cheio de sutilezas.

Preço: US$ 44.90

 

El Enemigo Bonarda 2013

Esqueça a Bonarda dos vinhos de garrafão argentinos: este é um vinho muito completo de vinhedos centenários. De coloração rubi-violácea intensa, os aromas unem toques florais com frutas negras, especiarias e um defumado, com complexidade. A boca traz alguma intensidade, picância, mas numa pegada moderna e gastronômica, com um ligeiro sucré, e taninos bem refinados. Uma surpresa muito agradável.

Preço: US$ 42.90

 

Gran Enemigo 2012

50% Cabernet Franc, 25% Cabernet Sauvignon, 10% Malbec, 10% Merlot e 5% Petit Verdot nesta safra, corte que sempre muda todos os anos - mas sempre com predominância da Cavernet Franc. Complexidade aromática, que inclui desde as frutas vermelhas e negras a especiarias como cravo, pinenta preta e eucalipto. Boca muito generosa e suculenta, quase mastigável, num equilíbrio muito agradável. Taninos marcantes, mas redondos, que acompanham uma acidez elevada e teor de frutas também intenso, indicando que este é um vinho de guarda.

Preço: US$ 119.00

 

Gran Enemigo Single Vineyard Gualtallary 2012

Este é simplesmente o vinho que recebeu a maior nota já atribuída a um Cabernet Franc por Robert Parker (98+ pontos), e provém de uma parcela única localizada a 1.470 metros em Gualtallary, Tupungato. As frutas negras e especiarias são delicadas, acompanhadas de florais muito gentis. A boca traz austeridade e opulência, com taninos ainda bem notáveis, acidez elevada, sempre elegante. Considerado um achado na sua faixa de preço, o 2012 já mostra alguns aromas terciários, mas promete evoluir muito mais em garrafa. Um grande vinho!

Preço: US$ 129.50

 

Gran Enemigo Agrelo Cabernet Franc 2012

Parcela mais baixa em relação a Gualtallary, com solos de sedimentos mais finos. Neste vinho, o corte de 15% de Mablec leva a Cabernet Franc a um patamar de elegância muito alto, mas ainda fácil de beber. Exuberante nas frutas e flores do nariz, traz na boca os sabores correspondentes com bastante intensidade, e alguma refrescância também. Sem dúvida um best buy.

Preço: US$ 129.00

 

Os vinhos podem ser encontrados no site da importadora Mistral (www.mistral.com.br), que faz um excelente trabalho ao consumidor brasileiro ao oferecer estes que podem ser considerados alguns dos melhores vinhos já feitos na Argentina. 





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco