http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Bodegas Goulart: 20 anos de trabalho e resultados

Por Guto Martinez

 

Um fato histórico que ligou o Marechal Gastão Goulart, comandante da Legião Negra, à região argentina de Mendoza, resultou na criação, há 20 anos atrás, das Bodegas Goulart, hoje administradas pela neta do Marechal, a publicitária Erika Goulart.

 

Após encontrar certificados de propriedade das terras, adquiridas durante o exílio de seu avô, levaram Erika a buscar a localização, o que acabou trazendo uma grande surpresa: a região possuía vinhedos centenários, e hoje tem potencial de elaborar excelentes vinhos.

 

Os desafios foram grandes: a produção de vinhos no deserto, por uma brasileira na argentina, e num universo notadamente masculino, não seria fácil. Mas Erika Goulart procurou se cercar de grandes profissionais, como Marcelo Canatella e Alejandro Canovas, contornando essas dificuldades, e, como as parreiras fazem, transformá-las num caso de sucesso.

 

Tanto é que um dos vinhos elaborados pelas Bodegas Goulart, o Grand Vin Malbec, recebeu 93 pontos de Robert Parker, e a vinícola coleciona declarações elogiosas de publicações como Wine Spectator e Decanter Magazine, por exemplo.

 

A produção, atualmente voltada para a exportação (cerca de 95% sai da Argentina atualmente),

Atinge as 600 mil garrafas por ano, dividida em várias linhas de vinhos, que incluem: Goulart Espumante Pinot Noir, Linha Paris, Linha Winemaker´s Selection, Winemaker´s Reserve, Winemaker´s  Gran Reserve, Linha Goulart Grand Vin, Linha Goulart Super Malbec,  Linha Goulart M The Marshal Altura, Goulart M The Marshal Reserva.

 

 

 

Notas de Degustação

 

Brut Reserve Pinot Noir

Ligeiro alaranjado, espuma e perlage abundantes. Nariz de frutas e flores brancas com uma sensação de tangerina, boca com uma certa estrutura, final com ligeiro sucré.

 

Paris Torrontes

Nariz com predominância de frutas tropicais, como maracujá e uma nota de papaia. Em boca, acidez equilibrada e persistência média, apresenta alguma mineralidade com final limpo, ligeiramente amargo (típico da uva).

 

Paris Rosé de Malbec

Em taça, rosa claro brilhante. Nariz com frutas vermelhas frescas (framboesa e morango), ligeira mineralidade que lembra calcário molhado. A boca é untuosa, apresenta acidez moderada e final ligeiro, vinho fácil de beber.

 

Paris Malbec Reserva 2014

Em taça, rubi violáceo límpido e brilhante. Nariz com frutas em opulência, com destaque à cereja, temperada com especiarias doces e pimenta preta. A boca é equilibrada, com taninos finos, acidez moderada, açúcar perceptível e final agradável, com sensação de frutas.

 

Paris Cabernet Sauvignon Reserva 2014

Frutas mais maduras, tendentes às negras, com alguma herbacidade. Em boca, os taninos são mais marcantes, com acidez mais elevada que no Malbec, e um final ligeiramente mais persistente.

 

Paris Malbec Premium 2015

Em relação ao Reserva, ganha mais complexidade com aromas de tabaco, carvão, o que confere mais potência. A boca também é mais intensa, com taninos mais marcantes, mas ainda aveludados. A acidez também é mais elevada e o final, mais longo.

 

Goulart Winemaker's Reserve Malbec 2014

Elaborado com uvas provenientes de vinhas de 1915, os aromas ganham intensidade das frutas. Elegante, ainda é um vinho fácil de beber.

 

Goulart Winemaker's Reserve Cabernet Sauvignon 2014

Também ganha em intensidade aromática e estrutura em boca.

 

Goulart The Marshall Malbec Reserva 2012

Sobe a intensidade aromática característica da Malbec, com mais notas de fumo e chocolate, bem como frutas negras mais maduras.

 

Winemaker's Grand Reserve Cabernet Franc 2013

Fritas bem maduras, nota de frutas secas. Boca ligeira, acidez mais alta, persistência média e taninos finos. Alguma mineralidade.

 

Winemaker's Grand Reserve Malbec 2013

Um vinho simples. Ganha mais profundidade no nariz, e alguma evolução já é notada.

 

Super Malbec 2008

Algumas barricas foram notadas com potencial melhor que as demais, tendo passado 24 meses na barrica, ao invés de 12. Com intensidade na coloração violácea, apresenta aromas de frutas negras maduras com mentolado agradável e especiarias doces. Em boca, a acidez atinge potencial gastronômico, com ligeira picância. Taninos rústicos sem serem agressivos. Persistência elevada.

 

Grand Vin de Goulart Malbec - Vertical

 

2007

Os aromas são mais minerais, com a boca intensa. Ligeiramente mais curto que o Super Malbec.

 

2008

Muito mais opulento que 2007, mas ainda menos que o Super.

 

2009

Ligeiramente mais potente que o 2008, tanto no olfato quanto no paladar. Uma boa progressão notada nas colheitas.

 

Grand Vin de Malbec Blend 2009

Leva 6% de CS e 4% de CF, ganha na complexidade aromática, por possuir mais frutas frescas, e em boca também ganha corpo e persistência.

 

Grand Vin de Malbec Uco

Mineralidade com grafite no nariz, que também apresentou eucalipto. Provavelmente o Malbec mais representativo em boca, com ligeiro sucré, taninos mais rústicos, mas agradáveis, boa acidez, final prolongado e frutado. 

 

Os vinhos das Bodegas Goulart podem ser encontrados na Wine.com.br





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco